terça-feira, 28 de maio de 2013

Quando fui fazer caridade, derrubei um deficiente visual e ele que me ajudou kkkkkkk


Sou fã incondicional desse grande humorista que é Geraldo Magela. No meu modo de ver, ele é o humorista mais engraçado dos nossos tempos. Trata a cegueira, com muito bom humor, faz piadas ótimas sobre todos os tipos de assunto. Estava agora a pouco assistindo alguns vídeos do espetáculo Ceguinho é a mãe e me deparei com esse vídeo, um trecho onde ele descreve exatamente o que eu fiz com um rapaz cego que tentei ajudar. 
Minhas filhas ainda eram crianças e eu estava no centro da cidade , rumo ao ponto do ônibus para voltar para casa. Já havia chovido torrencialmente, mas no momento caía só uma chuvinha bem fininha. O asfalto estava escorregadio, nos fazendo tomar
um cuidado redobrado. Foi quando avistei um rapaz alto nem magro nem gordo, parado na calçada. Logo vi que era um deficiente visual, que sempre anda pelo centro da cidade até hoje, me parece que vende bilhetes de loteria. O rapaz estava parado no meio fio de uma movimentada avenida, esperando, quem sabe, ajuda para atravessar a avenida. Não pensei duas vezes. Pedi que minhas filhas me esperassem na calçada, segurei o braço do rapaz e lá fui eu atravessá-lo na avenida, me sentindo bem em poder fazer uma "caridade". Mas justamente naquele dia, eu tinha que estar com aquele sapato que escorregava tanto?Risos. Quando eu e o rapaz chegamos bem no meio da avenida, eu escorreguei me enganchando nas pernas do rapaz  e me estatelei no chão levando o prapaz junto. Ele caiu bem em cima de mim, creio que tenha sido uma das cenas mais engraçadas, que os motoristas parados a nossa frente viram, pois só se ouviam gargalhadas. Eu e o rapaz, começamos a rir também, até que ele se levantou e me levantou também. Na rua só se via gente rindo. Mas uma coisa eu não imaginava, que eu iria ajudar um deficiente visual a atravessar a  rua e no fim ele que me ajudaria a levantar do chão kkkkkkk. A vida é mesmo cheia de surpresas, quando você pensa que vai ajudar alguém, acaba sendo ajudado por ela. Agora vejam o que Geraldo Magela, tem a dizer sobre esse tipo de ajuda kkkkkkk



Lembre-se bem..."SOMOS TODOS IGUAIS E PRECISAMOS UNS DOS OUTROS. NINGUÉM É MELHOR  QUE NINGUÉM E NEM TÃO AUTO SUFICIENTE, QUE NÃO PRECISE DA AJUDA DE ALGUÉM..."

Quem sou eu

Minha foto

Faço pintura em tecidos crochê entre outros.Amo o que faço...